O que é necessário para conseguir o emprego dos sonhos no Mercado Financeiro?

Eu também já estive sentado aí na mesma posição que você. E eu falo sério. Desde o dia em que decidi que iria construir uma carreira no mercado financeiro até o momento que isso de fato se concretizou foi certamente um dos períodos mais difíceis da minha vida.

O acesso a esse mercado é difícil, não vou negar. Incertezas, inseguranças e diversos outros sentimentos de dúvida foram constantes durante os dias dessa jornada.

Meu pai, que sempre foi uma das minhas maiores referências no mercado financeiro, já havia conquistado o seu espaço. E isso de certa forma vinha como uma pressão.

Não que ele me fizesse cobranças, mas o meu subconsciente era um grande rival que fazia questão de me lembrar da possibilidade de não conseguir chegar onde aquele cara chegou.

Era o que definitivamente me matava, mas eu precisava continuar de pé nessa batalha e correr atrás de tudo aquilo que me faria alcançar o meu objetivo.

E o mais importante: sem a indicação de ninguém.

Talvez por medo de não corresponder as expectativas ou de começar a carreira simplesmente porque meu pai me ajudou, eu não contava para ele que estava fazendo processos seletivos.

Isso tornou as coisas mais difíceis para mim, mas em contrapartida, me gerou um senso enorme de responsabilidade.

Foi dessa forma que aprendi alguns passos essenciais para conseguir o meu emprego dos sonhos no Mercado Financeiro

1º – Esteja na faculdade

Administração, Economia, Engenharia, Direito, Ciências Contábeis…

Não importa o que você estiver cursando, o mercado financeiro tem espaço para você. A questão toda é que ainda existe a necessidade de pelo menos estar matriculado em alguma faculdade para conseguir dar os primeiros passos na carreira.

Assim como a grande maioria das pessoas que estão no mercado, você começará como estagiário, e para conquistar esse tipo de contrato, você precisará estar cursando algo de nível superior.

É a partir daí que sua carreira se iniciará e você terá que se dedicar muito caso queira chegar a algum lugar nesse ramo tão competitivo e meritocrático.

2º – Saiba se destacar

Isso não é clichê. Assim como você, existirão milhares de outros candidatos concorrendo pela mesma vaga no mercado.

E é pensando nisso que você precisa arrumar formas de se mostrar diferente. O mercado financeiro costuma olhar com bons olhos aqueles que dedicam parte do seu tempo adquirindo certas skills.

Por isso, falar e compreender inglês de forma fluente e saber fazer o bom uso das ferramentas do Excel costumam ser pré-requisitos para quem sonha em trabalhar no mercado.

Outro ponto extremamente positivo é aprender algum tipo de linguagem de programação. VBA costuma ser o mais usual e uma excelente opção.

3º – Faça cursos

Uma coisa é mais do que certa: a faculdade não te ensinará o que o mercado financeiro exige de um funcionário no dia a dia. E digo isso por experiência própria.

Mesmo cursando Economia em uma das melhores instituições do país, não tive quase nada do que o mercado me exigiu.

Isso acontece simplesmente pelo fato de ensinar conteúdos acerca do mercado financeiro não ser o propósito das universidades no Brasil. Ou seja, você precisa buscar algo a mais.

Nesse sentido, entra em pauta a necessidade de fazer um curso sobre mercado financeiro. E digo mais, sugiro ainda que ele seja pautado em conteúdos teóricos e práticos.

Somente dessa forma você terá a possibilidade real de absorver os conhecimentos necessários e sair na frente em um processo seletivo.

4º – Tenha perfil

Por fim, mas não menos importante, a questão de ter o perfil de uma pessoa do mercado financeiro.

Talvez esse seja o melhor conselho que eu possa te dar. Nesse ambiente competitivo, meritocrático e paneleiro, não existe espaço para mentes preguiçosas. Preza-se muito o intelectual bem apurado e a imensa vontade de fazer.

Não existirão desculpas. Você será cobrado a todo momento.

Os gestores esperam que você seja o cara que poderá trazer mais dinheiro para a companhia. Esse tipo de expectativa te obrigará a ter uma entrega acima da média.

É o que definirá quem continuará ou não no jogo.

Por isso, bato sempre na tecla de que entrar no mercado financeiro por pura questão salarial é total perda de tempo. Muito mais do que querer ganhar dinheiro, é antes de tudo fazer por amor, por realização pessoal.

Estude sobre as possibilidades de carreira e os modelos de negócios e avalie se é o local ideal para você.

Se ainda assim a resposta for positiva, dedique-se. Dê o seu melhor!

A vaga estará esperando você!

Fontes:

  • Experiência alocando centenas de profissionais no Mercado Financeiro.
  • +100.000 horas observando as movimentações do Mercado.
  • Insights dos Sócios e Diretores das maiores casas de finanças do mundo.