O diferencial do nosso módulo de Análise de Risco: o Stress Test

O programa  Master in Financial Markets, tem um módulo inteiro voltado para análise de risco. Onde os principais modelos e conceitos são estudados e trabalhados em simulações práticas.

Iniciado pelo capítulo de Introdução ao Risco, o módulo trata também sobre os seguintes assuntos: Retornos Financeiros, Volatilidade, Máximo Drawdown, Value at Risk, Portfólio, Exposições e o Stress Test.

Já conhece ou realizou algum teste de estresse? Qual a sua importância para um gestor de investimentos? Venha comigo!

Conheça o Stress Test

No Master, preparamos um Stress Test, que ajuda você a analisar suas reações e percepções de acordo com a sua carteira. O teste é uma das medidas de risco muito utilizadas pelos gestores de Fundos de Investimentos.

Blue and Yellow Graph on Stock Market Monitor

O Stress Test é importante para o gestor de investimentos, não só para o autoconhecimento emocional, mas também para aprimorar sua técnica em análise de riscos. Esse teste pode ser realizado de duas maneiras, pelo método histórico ou por análise dos fatores de risco.

Quando usar o Stress Test?

Photo of a Woman Thinking

O Stress Test deve ser usado juntamente com o Value at Risk. Ambos são ferramentas fundamentais para mensurar o risco.

Contudo, o Stress Test costuma a ser até mais eficaz que o Value at Risk, por simular diversos tipos de cenários sejam eles hipotéticos ou históricos.

Essas simulações são feitas com variação de valores dos mais diversos tipos de ativos, resultando no retorno financeiro da carteira do investidor, de acordo com a simulação.

Entretanto, as simulações não trazem somente cenários positivos, elas também ajudam a prevenir que haja prejuízo à carteira do investidor.

Joesley Day: um estudo de caso real para realizar um stress test

Dia 18 de março de 2017, foi um dos dias mais caóticos da história do mercado financeiro brasileiro. Se fosse um filme, essa seria a chamada para o ‘Joesley Day’.

Como aconteceu? Bom, o cenário político brasileiro vivia uma grande movimentação com a Operação Lava-Jato. Um dos investigados era Joesley Batista, dono da JBS, durante a investigação, uma de suas conversas tem o áudio vazado.

No áudio, Joesley registrou que Michel Temer – que no momento era nosso Presidente da República – teria dado aval para subornar o ex-deputado Eduardo Cunha, que estava preso devido os crimes de corrupção descobertos pela Operação Lava-Jato.

A gravação era parte da delação premiada, realizada pela Procuradoria Geral da República, durante a operação. Joesley tinha como objetivo reduzir sua pena por lavagem de dinheiro e corrupção.

Contudo, o grau de incerteza sobre o Governo Brasileiro disparou e o resultado disso foi uma queda de mais de 12% da Ibovespa em menos de 1 hora. O desespero foi tanto que houve a necessidade da realização de um circuit-breaker.

O Master presencial

O Master in Financial Markets tem como objetivo formar profissionais para o mercado financeiro. E mais, o Master é online e presencial.

Dentro do programa, você encontra uma metodologia adaptativa, com conteúdo teórico e prático, incluindo as aulas presenciais com os mais diversos estudos de casos, como por exemplo, o Joesley Day.

Você pode conferir mais informações sobre o Master In Financial Markets clicando aqui!

Fontes:

  • Experiência alocando centenas de profissionais no Mercado Financeiro.
  • +100.000 horas observando as movimentações do Mercado.
  • Insights dos Sócios e Diretores das maiores casas de finanças do mundo.