Como fazer um currículo eficaz?

A cada dia chegam centenas de currículos nos e-mails de empresas e gestores de recursos humanos do mercado financeiro. Com a concorrência cada vez maior, pequenos erros podem fazer toda a diferença e afastar o candidato da vaga desejada.

E esses problemas começam justamente no primeiro contato entre o candidato e a empresa. O currículo é a primeira forma que os responsáveis pelo recrutamento conhecem aqueles que querem entrar para seu grupo de funcionários. Uma primeira impressão ruim, pode fazer com que suas chances diminuam ou até mesmo sejam zeradas.

Para te auxiliar nisso, decidimos separar algumas dicas para preparar um currículo eficaz e que vai chamar atenção dos recrutadores.

 

Todos os currículos precisam estar completos e sem erros gramaticais

 

Pode até parecer algo básico, mas muitos candidatos acabam sendo eliminados do processo por falta de informações como telefone e e-mail atualizados. Sem isso, o RH não consegue fazer contato com o candidato e você pode acabar perdendo a vaga.

Outra questão extremamente importante é a gramática. Com tantas ferramentas e sistemas de correção ortográfica, um currículo não pode apresentar um erro gramatical. Caso isso ocorra, o RH pode entender que faltou capricho e emprenho do candidato para realizar uma apresentação adequada.

 

O que recrutadores buscam em um currículo?

 

O objetivo do CV é resumir a trajetória, as experiências e como foi feita a construção de carreira do candidato.

O CV tem que ser um reflexo do que realmente importa mostrar. Isso inclui foco, organização, clareza e capacidade de síntese. A ansiedade de querer mostrar tudo que você quer, pode transmitir uma mensagem contrária ao que você pretendeu.

 

O que não pode se ter em um currículo?

 

O principal é que o currículo esteja bem organizado, que seja estruturado e objetivo de forma que o recrutador consiga achar com facilidade as informações mencionadas anteriormente.

Tenha em mente as palavras-chaves que devem estar no seu CV. O correto é que as informações sejam verdadeiras. Não coloque informações que você não possa bancar. 

Muitos candidatos acabam dizendo que tem domínio em alguma área apenas por ter feito um curso. Por exemplo, fazer um curso de Excel avançado não quer dizer que você tem domínio avançado de Excel, por exemplo. Coloque o curso no currículo e tenha certeza sobre o seu domínio nessa competência antes de se comprometer com isso porque sim, você será cobrado pelo que apresentou no CV em algum momento.

Essa quebra de expectativa gera também quebra de confiança, seja ao longo do processo ou, se você for contratado com essa expectativa, vai ficar feio com o seu gestor quando precisarem de você no que você disse que é bom.

Para te ajudar a fazer um currículo eficaz vamos deixar o link de um modelo que você pode usar para construir seu primeiro contato com a empresa onde você deseja atuar. Seguindo essas dicas seu currículo certamente terá mais destaque entre a concorrência.

 

Fontes:

  • Experiência alocando centenas de profissionais no Mercado Financeiro.
  • +100.000 horas observando as movimentações do Mercado.
  • Insights dos Sócios e Diretores das maiores casas de finanças do mundo.