A remuneração do AAI e Consultor de Investimentos

As carreiras de Agente Autônomo e Consultor de investimentos tem suas diferenças, apesar do trabalho de ambos ser praticamente o mesmo, a legislação não reconhece tal semelhança.

As diferenças estão na remuneração e na formação desses profissionais. Descubra agora quais são…

Como se tornar um AAI ou um Consultor de Investimentos?

Basicamente para ser um agente autônomo, não precisa ter ensino superior, mas é fundamental ter a certificação da Ancord. Sem essa certificação você não pode trabalhar como um profissional AAI.

Já o consultor de investimentos tem duas formas de conseguir pleitear o título, para atuar profissionalmente.

Como é realizada a remuneração?

Coins Beside Ballpens

O Agente Autônomo de Investimentos tem suas receitas oriundas pelos valores dos rebates acordados com a corretora ou administradora de fundos que ele tem contrato.

Rebate é um percentual da receita que o investidor paga pro gestor é direcionado ao agente, por ele ter levado o investidor à gestora.

Já o Consultor de Investimentos pode cobrar uma taxa de consultoria (que pode ser fixa, mensal, trimestral…) aos seus clientes.

Entretanto, especificamente para os clientes que são investidores profissionais, é possível cobrar taxa de performance.

O ponto em comum

O trabalho é similar em ambos os casos. Os profissionais necessariamente precisam acompanhar:

  • Clientes
  • Fundos investidos
  • Cenário de mercado

Além disso, avaliar se as sugestões da corretora ou consultoria estão alinhadas com os objetivos dos seus clientes.

Mas como se diferenciar?

Descubra mais sobre essas profissões e como se destacar no mercado, clicando aqui!

Fontes:

  • Experiência alocando centenas de profissionais no Mercado Financeiro.
  • +100.000 horas observando as movimentações do Mercado.
  • Insights dos Sócios e Diretores das maiores casas de finanças do mundo.